Nossos serviços estão apresentando instabilidade no momento. Algumas informações podem não estar disponíveis.

BDiA - Banco de Informações Ambientais | BDiA - web

Sobre a publicação - BDiA - web

O Banco de Dados de Informações Ambientais - BDiA é um sistema de informações ambientais para o Brasil disponível à consulta pública na web, que reúne a coleção de bases temáticas dos mapeamentos de recursos naturais do país nos temas Geologia, Geomorfologia, Pedologia e Vegetação, produzidos pelo IBGE ao longo das duas últimas décadas. A plataforma tem como objetivo compartilhar de forma interativa este acervo de informações geoespaciais, de forma multiescalar e intertemática, para seu usuário conhecer as características ambientais do território brasileiro. 

As bases de dados contidas no BDiA, compatíveis com a escala 1:250.000, foram desenvolvidas no âmbito do Projeto SIVAM e do Mapeamento de Recursos Naturais a partir de 1998. As metodologias e procedimentos realizados para a elaboração destas bases são herança e evolução de métodos desenvolvidos ao longo do Projeto RADAM/RADAMBRASIL, que realizou o levantamento de recursos naturais brasileiros, não marinhos, publicados em escala 1:1.000.000, nas décadas de 1970 e 1980. No BDiA, o usuário é capaz de navegar pelos diferentes temas, visualizando suas delimitações, classificações e estatísticas, podendo realizar consultas espaciais por estados, municípios, biomas e unidades de mapeamento, além exportar as análises espaciais, em termos gráficos (mapeamentos) ou numéricos (tabulares), a partir de diversos recortes territoriais.

A plataforma inclui um módulo experimental que viabiliza a consulta e a combinação de informações ambientais na Grade Estatística, que abarca, além dos mapeamentos temáticos já citados, os dados geoespaciais do Monitoramento de Cobertura e Uso da Terra e outros estudos ambientais integrados, além de também disponibilizar o download das informações em formatos diversos.

A atualização dos dados neste sistema de informação se dá a cada 2 anos, e é proveniente de revisões constantes nos mapeamentos temáticos de recursos naturais, assim como da incorporação de novos produtos geoespaciais ambientais.